VIDEOCLUBE

serie caca selvagem em lugares extremos

Novamente com Jim Shockey em terras mexicanas, noutra impressionante estreia onde o objetivo será colocado em duas espécies esquivas como poucas, a paca e o veado de cauda branca tropical. Este objetivo venatório não será fácil. Mas Jim dará tudo de si, co

Vamos para o Paquistão, juntamente com o nosso amigo e vencedor do Prémio Weatherby, Jim Shockey. E será aí que praticará caça selvagem em lugares extremos, como em mais nenhum outro sítio do mundo. E fá-lo-á demonstrando que a nossa atividade é a chave pr

Vamos para o Paquistão, juntamente com o nosso amigo e vencedor do Prémio Weatherby, Jim Shockey. E será aí que praticará caça selvagem em lugares extremos, como em mais nenhum outro sítio do mundo. E fá-lo-á demonstrando que a nossa atividade é a chave pr

É uma pena que um país tão maravilhoso como o México, que pode oferecer tanto ao caçador internacional, não preencha por vezes e em certas zonas as condições necessárias para garantir a segurança dos aficionados da atividade cinegética frente à ação crimin

As batidas às perdizes são muito conhecidas e populares em Espanha, mas desfrutar desta modalidade num terreno de primeiro nível é sempre algo aliciante. Vamos vibrar com uma jornada intensa, em que veremos muitos tiros às perdizes e abates espetaculares.

A Serra ou Montanhas de Carmen, no México, é o destino deste novo episódio de

O último episódio da longa e emocionante expedição venatória de Jim Shockey no Oriente russo, será atrás dos carneiros das neves, desta vez com um tufão incluído e cobrando um troféu espetacular no último minuto, pouco antes da chegada do helicóptero que o

E depois da deceção da oportunidade perdida no episódio anterior de "Caça Selvagem nos Lugares Extremos", e depois da sempre saudável autocrítica, Jim Shockey recupera e continua a sua viagem venatória em terras russas, onde tentará caçar o carneiro das neves e o urso pardo nas montanhas de Yakutia.

A aproximação em montanha não é uma modalidade de muitos lances e oportunidades, muito pelo contrário, penaliza muito os erros do caçador. Neste novo episódio de

Além de ser um excelente caçador e divulgador, Jim Shockey é um exemplo de superação pessoal e cinegética, em cada novo episódio da sua série

Neste novo episódio de "Caça selvagem em lugares extremos" voltamos ao Grande Chaco, à parte correspondente ao Paraguai, onde Jim Shockey tentará caçar um grande macho de búfalo de água. No entanto, desta vez não caçará com uma carabina, mas sim com um arco, o que complicará, sem dúvida, as aproximações neste exigente terreno.

Este programa leva-nos à Namíbia, à sua terra mais inóspita, a um deserto tão duro como apaixonante, em termos cinegéticos. Aí, Jim Shockey não terá uma tarefa fácil, para atingir os seus objetivos de caça, que serão o abate de um órix e de uma hiena-casta

Se a caça é um recurso valioso em todos os lugares onde é praticada, no continente africano essa importância é ainda mais acentuada. Pois bem, é precisamente isso que Jim Shockey irá comprovar neste episódio, sendo a Namíbia o país escolhido para mostrar a

Segunda parte da caçada de Jim Shockey em terras francesas, mais concretamente nas montanhas Chartreuse, depois de ter abatido uma boa camurça. Agora é a vez do muflão, para o qual vamos descer, na aproximação, até encontrarmos um macho com um grande trofé

Neste novo episódio de “Caça selvagem em lugares extremos”, Jim Shockey volta às aproximações em montanha, desta vez na Europa, em França, nas montanhas Chartreuse, onde vive uma das camurças mais especiais e exclusivas que se podem caçar, no mundo inteiro

Continuamos com as aventuras de caça de Jim Shockey por todo o planeta, embora nesta estreia fiquemos em Chade, um país africano pouco explorado no mundo cinegético e onde o nosso protagonista tentará obter dois tesouros venatórios da fauna local, a gazela

A série Caça selvagem em lugares extremos leva-nos à Croácia, aquele belo país banhado pelas águas do Mar Adriático e que conta, na sua fauna venatória, com algumas espécies de enorme atração. Neste caso, o popular e grande caçador Jim Shockey, galardoado,

Onde quer que estejamos, a aproximação ao veado na brama é uma das caçadas mais atrativas que existem. E é nesta época do ano que se cobram alguns dos exemplares mais espetaculares da temporada. E se o fizermos num país como a Croácia, atrás dos veados nas montanhas, a experiência pode ser única, como aconteceu com Jim Shockey, o nosso especialista em caça extrema e selvagem.